Brenda Ligia-Cinema,TV,Teatro

Minha foto
Brenda Ligia: prêmio de Melhor Atriz no festival Cine PE 2017 (Mostra Curtas PE). Estreias em 2017: “Onde Quer Que Você Esteja” (longa da Macondo Filmes/SP); “Causa Mortis” (curta da LRJ Filmes/PE), “Sob Pressão” (série da Rede Globo/ direção: Andrucha Waddington) e “África da Sorte” (série da TV Brasil/direção: Renata Pinheiro). Brenda está nos longas "Todas as Cores da Noite" (Pedro Severien), "As Melhores Coisas do Mundo" (Laís Bodanzky), "Sangue Azul" (Lírio Ferreira), "Bruna Surfistinha" (Marcus Baldini). Atuou nas séries de televisão "A Mulher do Prefeito" (Rede Globo), "Beleza S/A" (GNT), "9mm SP" (Fox), "Somos Um Só" (TV Cultura). Também é apresentadora e videomaker. Protagonizou comerciais e videoclipes musicais. Estudou no Teatro Escola Macunaíma/SP; atuou em comédias, musicais, infantis e dramas. Foi dirigida por Wagner Moura na leitura dramática do espetáculo “Tchau, Querida!”. É formada em Comunicação Social pela Faculdade Oswaldo Cruz/SP, cursou Ciências Sociais na University of the West Indies (Trinidad & Tobago, Caribe) e Francês em Vevey (Suíça). CONTATO: brenda.ligia@hotmail.com

2 de abril de 2017

Estreia na direção de Teatro

*Trabalho intenso para nossa estreia no teatro sábado que vem* 
Estou na direção do espetáculo teatral "Eu me chamo Antônio”, do livro de Pedro Gabriel, e nos apresentaremos no AuTORES EM CENA | 2017 do Itaú Cultural, sob curadoria do mestre Marcelino Freire. Todos estão convidados! 
Pedro Gabriel e Brenda Ligia: autor e diretora de "Eu Me Chamo Antônio"/ Autores em Cena - Itaú Cultural 

“EU ME CHAMO ANTÔNIO” 
Com: Pedro Gabriel 
Música: Ze Nigro
Dança: IsaBella Maia
08 de abril, sábado, às 18h, no Itaú Cultural 
Avenida Paulista, 149, São Paulo 
EVENTO GRATUITO (254 lugares) 
(retirar ingresso na bilheteria do Teatro com 1 hora de antecedência) 

Como o próprio nome diz, Autores em Cena traz o africano Pedro Gabriel, jovem escritor e poeta, interpretando seus próprios textos. Ele não sabia sequer uma palavra em português até os 12 anos de idade, quando voou, do coração do mundo (Chade, na África), para o Brasil. Começou desenhando poemas em guardanapos de mesa de bar; hoje tem 3 livros publicados, mais de um milhão de fãs nas redes sociais (Eu me chamo Antônio* Eu me Chamo Antônio* Eu me chamo Antônio* Eu me chamo antônio* Eu me chamo Antônio* Eu Me Chamo Antônio* Eu me chamo Antônio) e uma carreira promissora nas artes literárias. 


Venha conhecer esta história e viajar com a gente, embarcando neste universo de poesia, música, desenho, verso, crônica e silêncio. 🖤

"Para onde vão nossos silêncios quando deixamos de dizer o que sentimos?" (P.G.)

Nenhum comentário: