Brenda Ligia-Cinema,TV,Teatro

Minha foto
Brenda Ligia: prêmio de Melhor Atriz no festival CinePE 2017. Estreias: “Onde Quer Que Você Esteja” (longa/ Macondo Filmes SP); “Causa Mortis” (curta/ LRJ Filmes), “África da Sorte” (série/ TV Brasil), “15 Segundos” (longa/ prod.: Antonio Fagundes). Brenda está nos longas “Todas as Cores da Noite” (Pedro Severien), “As Melhores Coisas do Mundo” (Laís Bodanzky), “Sangue Azul” (Lírio Ferreira), “Bruna Surfistinha” (Marcus Baldini). Atuou nas séries de televisão “Sob Pressão” (Rede Globo), “A Mulher do Prefeito” (Rede Globo), “Beleza S/A” (GNT), “9mmSP” (Fox), “Somos Um Só” (TV Cultura). Formada em Comunicação Social na Faculdade Oswaldo Cruz/ SP. Cursou Técnico Profissionalizante em Teatro no Teatro Escola Macunaíma/SP. Em Teatro, foi dirigida por Wagner Moura na leitura dramática do espetáculo “Tchau, Querida”. Cursou Ciências Sociais na University of the West Indies (Trinidad & Tobago, Caribe) e Francês em Vevey (Suíça). Idiomas: Português, Inglês, Francês. Publicidade: Vivo, Santander, Sebrae, Coca-Cola, Mc Donald’s, Nossa Caixa, Nestlé, Nextel. Também APRESENTADORA e videomaker. CONTATO: brenda.ligia@hotmail.com

6 de dezembro de 2013

Brenda Ligia na série da Globo "A Mulher do Prefeito"

É HOJE, BRASIL! 

Pra você que, assim como eu, não tem vida social agitada nas noites de sexta, indico o programa de TV "A Mulher do Prefeito", série da Rede Globo (O2 Filmes/SP), que começa depois do Globo Repórter (cujo tema de hoje é "gastronomia popular", olhaí!). 


Faço uma singela participação no episódio desta noite, como Gorete, contracenando com Micróbio (Rodrigo Pandolfo) e grande elenco. Direção: Luiz Villaça
Com: Denise Fraga, Tony Ramos, Brenda Ligia e outras feras da TV.


Denise Fraga e Brenda Ligia

Série "A Mulher do Prefeito", Rede Globo

"Com texto crítico e irreverente, o seriado dirigido por Luis Villaça aborda a corrupção numa pequena cidade brasileira, mas o faz usando e abusando de referências que existem no mundo real. Qualquer semelhança com a realidade não parece mera coincidência. E aí reside a charmosa sutileza da produção." F. Oliveira


Nenhum comentário: