Brenda Ligia-Cinema,TV,Teatro

Minha foto
Brenda Ligia: prêmio de Melhor Atriz no festival CinePE 2017. Estreias: “Onde Quer Que Você Esteja” (longa/ Macondo Filmes SP); “Causa Mortis” (curta/ LRJ Filmes), “África da Sorte” (série/ TV Brasil), “15 Segundos” (longa/ prod.: Antonio Fagundes). Brenda está nos longas “Todas as Cores da Noite” (Pedro Severien), “As Melhores Coisas do Mundo” (Laís Bodanzky), “Sangue Azul” (Lírio Ferreira), “Bruna Surfistinha” (Marcus Baldini). Atuou nas séries de televisão “Sob Pressão” (Rede Globo), “A Mulher do Prefeito” (Rede Globo), “Beleza S/A” (GNT), “9mmSP” (Fox), “Somos Um Só” (TV Cultura). Formada em Comunicação Social na Faculdade Oswaldo Cruz/ SP. Cursou Técnico Profissionalizante em Teatro no Teatro Escola Macunaíma/SP. Em Teatro, foi dirigida por Wagner Moura na leitura dramática do espetáculo “Tchau, Querida”. Cursou Ciências Sociais na University of the West Indies (Trinidad & Tobago, Caribe) e Francês em Vevey (Suíça). Idiomas: Português, Inglês, Francês. Publicidade: Vivo, Santander, Sebrae, Coca-Cola, Mc Donald’s, Nossa Caixa, Nestlé, Nextel. Também APRESENTADORA e videomaker. CONTATO: brenda.ligia@hotmail.com

28 de maio de 2012

Brenda Ligia - Samsung Global Blogger

Clique para assistir ao vídeo da finalista Brenda Ligia -concurso cultural internacional Samsung Global Blogger (Jogos Olímpicos de Londres, 2012).
Vídeo a ser julgado pelos jurados: http://samsungglobalblogger.br.msn.com/videos/4131?wt.mc_id=facebook

(gravado e editado por Brenda Ligia, na Copa Norte-Nordeste de Remo, em Recife).

Foto tirada após a gravação, domingo, aqui na frente de casa.

Está lançada a sorte... e que vença a melhor! Começou como brincadeira, mas agora que sou finalista, quero ganhar! Estou participando deste concurso internacional cuja vencedora vai cobrir as Olimpíadas em Londres, daqui a 58 dias. Acabei de postar meu vídeo novo (30 segundos), que será julgado pelos jurados. São eles quem decidem, mas quanto mais votos, melhor! Então, se você gostar do meu vídeo, clique em APOIAR e curtir. Se não gostar, clique mesmo assim, pra me ajudar! aha... quem tem amigos vai a Londres :-) *Dá pra votar mais de uma vez. Quem puder, compartilhe. Obrigada! E bóra, Brasil sil sil sil sil...

12 de maio de 2012

Sérgio Penna - interpretação para cinema


Conheci Sérgio Penna há alguns anos, durante a preparação de elenco do último longa-metragem da      Laís Bodanzky (“As MelhoresCoisas do Mundo”), do qual participei.   Já de início, fiquei impressionada pela sua sensibilidade artística e tocada pela liberdade encantadora com a qual conduz a vivência do ator.

Brenda e Penna
Algum tempo depois, voltamos  a trabalhar juntos no longa-metragem “Bruna Surfistinha”, do qual tive o privilégio de participar, contracenando com gigantes como Drica Moraes, Fabíula Nascimento, Cássio Gabus Mendes, e a musa Deborah Secco.  A preparação de elenco de Sérgio Penna  foi fundamental para a excelência do processo. Sem ele, não teríamos atingido aquele estágio de verdade cênica até então desconhecido por muitas de nós, atrizes, que, por vontade própria e sugestão do Penna, ficamos alojadas numa casinha especialmente alugada pela produção do filme, destinada ao trabalho de preparação de elenco. O que vivemos ali, juntas, no jogo constante (dormindo e acordando  no personagem, imagina), não está no filme. Somente as lentes de Penna captaram. Momentos únicos, de solidão profunda e dor extrema. E também de alegrias! A vida imita a arte. 
Brenda, Cris e Drica
Brenda e Fabíula (Kelly e Janine)


Naquelas semanas de preparação, isoladas de tudo e todos (senão dos próprios personagens e figuração eventual), porém sob o sempre atento olhar do mestre Penna, cada uma de nós foi transportada para um lugar novo e fundamental para a essência de seu personagem. Algumas de nós chegamos a sonhar com as vivências da casinha! Uma experiência forte e intensa, que delimitou outros limites imagináveis da atuação. Créditos ao mestre Sérgio Penna.
O fato é que Sérgio Penna é o maior preparador de elenco para cinema (e agora também TV! Ele está “batendo cartão” na Globo) que conheço, embora o próprio rejeite a carga que é creditada ao título “preparação de elenco”. Ele diz que esse papo de "método assim, assado" não existe, que é uma invenção comercial para satisfazer a demanda de mercado, e que a única coisa que existe é o ator consigo mesmo, só. Ele diz isso de maneira simples, transparente, honesta e sem o glamour que poderia ostentar depois de ter trabalhado em importantes filmes nacionais como Bicho de Sete Cabeças, Carandiru, Lula, Bróder, Heleno, Gonzaga... Sérgio Penna é simples assim. E menos é mais. Ele é demais!  


Módulo I, em SP

Depois de ansiosa espera pós-módulo I do workshop de interpretação para cinema que Penna ministrou em SP no ano passado,  finalmente anunciaram o tão aguardado módulo II, desta vez no Rio de Janeiro. Arrumei minhas malas e embarquei nesta “viagem”, em diversos sentidos. Contagiada pela beleza e clima da cidade, me deliciei ao primeiro dia do curso de interpretação para cinema-módulo II, por Sérgio Penna, no espaço Rampa-Lugar deCriação.
Éramos 25 participantes que, entre encontros e reencontros, nos gostamos assim, de graça, de peito aberto pra trocar. De cara, brindamos e selamos nosso acordo não verbal de ficar totalmente à vontade, em sintonia coletiva para o crescimento mútuo estimulado pelo mestre Penna. Um privilégio estar ali, sem dúvida. Foram dias inesquecíveis e intensos, trabalhando das 9h às 22h (com folgas ou extensões). A câmera de Byron o’Neill (assistente) nos acompanhava de perto e ao longe, quase invisível, discreta. Dentro de cada um de nós (ator-criador e também personagem), um mundo em particular! Quanta riqueza. Que trabalho sério! Tanta investigação.
Num primeiro momento, pela manhã, sentei-me à frente da lanchonete Estilos, em Copacabana. Meus olhos famintos observavam tudo à volta: as pessoas voltando da praia, os transeuntes que desciam morro abaixo (Pavãozinho), o serviço dos atendentes do bar, os entregadores de mercadoria que vinham descarregar. Pedi um café. Dois. O tempo se arrastando preguiçoso. Então vi, descendo a ladeira, a personagem da vida real que me serviria como fiapo dramático para construção pessoal do exercício de cena. Com assessoria constante do Penna, embarquei na jornada.
E, no sábado à tarde, saí andando sozinha pelas ruas de Copacabana. Não “eu, Brenda”, mas eu-personagem (que ganhou o nome de Jô). Foi ao salão de beleza. E também à farmácia. Tudo com medo de atravessar a rua e de olhar as pessoas nos olhos (medo misturado com vergonha!). E foi no momento em que uma lágrima de Jô caiu sobre uma mexerica recém descascada, que ela pensou tanto em si própria, com tanta força, que se perdeu de si... pluft! Não estava mais lá, a Jô. Numa respiração, voltei. A Jô, então, voltou a si, chupou mais um gomo da fruta (azeda!) e parou de refletir sobre o mundo, sentindo-se profundamente incomodada e acomodada dentro de si e da própria solidão inventada.
E eu, Brenda, aprendi com o mestre Penna que: *a preparação só se dá consigo próprio, mesmo; *não é brincadeira, não é fácil, e é uma coisa muito séria! *às vezes a gente só aprende errando, observando, experimentando (“Só sei que nada sei”, Sócrates). E, sobretudo, aprendi que SEMPRE (sempre MESMO!) vale a PENNA estar junto, Sérgio. A energia que o circunda enche os corações de todos a seu redor, criando uma aura límpida e fluida que irradia beleza, poesia e amizade.
OBRIGADA, mestre.
Turma Módulo II-RJ

RJ, fotos Brenda Ligia





3 de maio de 2012

Samsung Global Blogger

I'm taking part in Samsung Global Blogger international contest. Its prize is going to London for the Olympic Games (July/ August), with the great mission of getting the best stories from the athletes and sharing them with the world, through a blog channel and videos as well. When I heard about this opportunity, I couldn't think of anyone better than myself for doing this, I must admit... cause I'm someone who loves people and their stories of life. My family knows how emotional I can get, when it comes to hearing about others' experiences! It's fun.
Above, a pitcure of my brothers and I, in London, a long time ago... would be great to go back, then. What an amazing place, from what I remember! From the 11 countries I know, I'd say that England is my top favorite.  

Besides, there are other reasons why this job would suit me: I'm extrovert, funny, confident... maybe with a little help from the years of experience I've had with comedy in theather. Oh, yeah, forgot to mention I'm an actress! (and a TV presenter, as well). I've been a professional for over 10 years. By the way, as I've had my debut as an actress on TV ads for companies such as Coca-Cola, Nestlé, Mc Donald's (among other local ones), I guarantee that I have the right sense of great marketing campaigns like this. But this Samsung one is definitely THE BEST! (for life).

I've always loved foreign languages, and one of the few opportunities I had for working in English was when I was picked by MTV-UK (curiously, there comes United Kingdom again!) for shooting some kind of reality show in a Caribbean Island (Dominican Republic, about 5 years ago). This exchange was made through MTV- Brazil, for whom I had already worked (on MTV ads). What an unforgettable experience it was being part of the English TV program called Globally Dismissed! Meeting people from all over the world is definitely a great gift, which I appreciate entirely... maybe because I'm a citizen of the world!

I explain: I was born in Brazil, in a very small village called Ibiá, in the State of Minas Gerais (Southeast of the country). Then I moved to Itabuna, in Bahia, when I was a still a baby. From there, I moved to São Paulo (the sixth biggest city on Earth), where I lived for (almost) my entire life. Except for when I spent time studying French in Switzerland and then going to University in the Caribbean island of Trinidad and Tobago. I've been living in Recife for 2 years now (Northeast of Brazil, Boa Viagem beach).

And then there is the thing about communication: my profession as an actress improves this skill, but as I used to be an English teacher for 7 years, and I'm graduated at University of Social Communication (Publicity and Advertising), I can assure that I communicate with efficiency! Especially when using audiovisual languages, as I love making videos and I edit them myself. My 3 youtube channels sum up to 469.500 views! And... well, not to mention, but... who isn't addicted to Facebook? I am!

So, here I am, taking part in this contest and being very confident about what the future holds. What a great honour it would be to share my own personal view on the Olympics, and entertain the entire world with its greatest stories, during the most important event in the best city on Earth! What will be, will be.

Brenda Ligia, SGB contestant - CLICK HERE to watch MY VIDEO for Samsung Global Blogger

*****************************
This video I've made myself (shooting, interviewing, direction and edition) tells the story of an athlete who couldn't walk as a child (she was abandoned and lived on the streets) and then succeeded and is now a professional runner. She lives in the slums of São Paulo, Brazil, and helps children of the community. Click HERE to watch it... but it's not translated to English, as it's from some years ago (has 14.558 views).

Dancehall

Da época em que eu fazia faculdade e morava em Trinidad & Tobago, no Caribe, restou a herança musical de gostar de ragga (ragga não é reggae). Depois, quando voltei pro Brasil e comecei a frequentar festas paulistanas com amigos, descobrimos dj's que tocavam somente o melhor do dancehall em São Paulo. Só raridades... nos extintos Balafon da Higienópolis, Soweto de Pinheiros, Casa da Angélica, Jive da Caio Prado, Susi in Transe do centrão... nostalgia! E essa semana tive o privilégio de estar na cidade justamente no dia da melhor festa de música jamaicana e suas vertentes: a festa FRESH (no Espaço Zé Presidente, em Pinheiros). Nunca dancei TANTO na vida! Matei a saudade. A pista ferveu. As meninas em peso, dançando na pista, de olhos fechados. Meu amigo dj Magrão (junto com os também ótimos djs Stranjah e Fepa) me impressionou com hits e obscuridades musicais que eu nunca tinha ouvido... tudo com o bom e velho vinil, muita elegância e máximo respeito!
Uma festa onde as pessoas vão PARA DANÇAR, curtir a música excelente e se divertir ao máximo! Eu gosto assim. E gravei este vídeo... estrelando, Jimmy Aristak (ou Jimmy the Dancer, das antigas):
 

1 de maio de 2012

Cruel


Reynaldo Gianecchini, Maria Manoella e Erik Marmo, após apresentação de Cruel

A amiga Maria Manoella está no elenco do espetáculo Cruel, dirigido por Elias Andreato, e encerram temporada no teatro FAAP após tremendo sucesso aqui em São Paulo.  
Ontem fui prestigiá-la e... ah! Como gostei do que vi... simplesmente sensacional! Fiquei hipnotizada pelos atores e suas interpretações precisas. Não piscava os olhos para não perder uma única expressão sequer. Tudo muito rico, intenso e forte!
Erik Marmo e Gianecchini estão bem; este último agrada bastante com uma arrogância que é perfeita para a crueldade da peça. E reinando com elegância na atuação e na trama, ela, Maria Manoella. Forte. Talentosa. Brilhante! Com a dose perfeita de drama, a musa segura a história do começo ao fim. Linda de se ver!
 
Ouvia-se a respiração da plateia do Teatro FAAP. Eu estava magnetizada enquanto assistia atentamente... cada gesto, olhar e fala daqueles personagens instigava ainda mais a batalha travada em cena, com profissionais que claramente AMAM estar ali e o fazem com seriedade e competência.
Um espetáculo GENIAL e inteligente. Lindo de se ver. E tem final forte, chocante, que mexe com a gente e deixa a mensagem. VALEU! Amei, Manu. Sou sua fã, menina!